Agendar visita
Conheça nossa proposta
Nossa Estrutura
Conheça nossos espaços

Coronavírus: saiba como se prevenir

Cuidados diários simples ajudam na prevenção

Atitudes simples, como lavar as mãos com frequência e manter o ambiente limpo e ventilado, ajudam a combater a transmissão do Coronavírus. O Covid-19 deixou o mundo todo em alerta e é fundamental que todos reforcem os cuidados independente de terem contato ou viajado para áreas com casos confirmados.

Os principais sintomas incluem febre, tosse e dificuldade para respirar, porém alguns pacientes podem apresentar também coriza e dor de garganta. Como os sintomas podem ser facilmente confundidos com os da gripe comum, é difícil fazer um diagnóstico correto somente nas manifestações clínicas. Por isso, é importante saber se o paciente visitou uma região onde há transmissão intensa do coronavírus 14 dias antes de os sintomas aparecerem ou se ele entrou em contato com algum caso suspeito.

 

Se houver sintomas durante ou após uma viagem para regiões mais críticas (como China, Itália e alguns lugares da Coreia do Sul), a orientação é procurar atendimento médico e compartilhar o histórico dos lugares que visitou.

 

O que é o coronavírus?

Os coronavírus são um amplo grupo viral, conhecidos desde 1960, que causam infecções respiratórias em seres humanos e animais e podem ser leves a moderadas, semelhantes a um simples resfriado, mas também causar doenças graves como a Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARS) e a Síndrome Respiratória do Oriente Médio (MERS). Recentemente, houve a identificação de um novo coronavírus (2019-nCov) responsável por infecções respiratórias, na China.

 

Como prevenir?

A transmissão acontece por meio de mucosas e saliva, por isso, o Ministério da Saúde orienta alguns cuidados como:

  • Lavar regularmente as mãos ou higienizá-las com álcool com concentração de 70%, especialmente após contato direto com pessoas doentes ou com o meio ambiente.
  • Ao tossir ou espirrar, cubra a boca com um lenço ou com o antebraço, nunca com as mãos.
  • Manter os ambientes ventilados e limpos.
  • Evitar aglomerações, assim como o contato com pessoas que sofrem de infecções respiratórias agudas.
  • Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas.
  • É importante evitar tocar no próprio rosto, principalmente nos olhos, no nariz e na boca.
  • Procurar atendimento médico se sentir febre ou dificuldades para respirar.

 

O que não previne

A Organização Mundial de Saúde afirma que o uso de máscaras não tem grande eficácia na prevenção da infecção. Pessoas sem sintomas da Covid-19 devem usar máscaras somente se estiverem cuidando de alguém doente. Mesmo nessas situações, a lavagem das mãos é imprescindível.

 

Veja alguns mitos sobre a prevenção do coronavírus:

  • Tomar vitamina D não tem o poder de proteger contra a transmissão. Manter hábitos de alimentação saudável é a principal recomendação nutricional para reforçar as defesas imunológicas.
  • O chá de erva doce, assim como nenhum outro tipo de chá, não mata o coronavírus ou qualquer outro tipo de gripe.
  • Comer alho cru ou chá de gengibre pode aliviar sintomas, mas não tem a capacidade de curar, isoladamente, o vírus.
  • Carregar bolsas de cânfora não afasta a chance de contaminação. A planta é tradicionalmente utilizada para atenuar os sintomas de gripe, mas não tem a função antiviral.
  • Lavar o nariz com frequência pode ajudar nos casos de renite, mas não tem a capacidade de evitar a transmissão pelo coronavírus.
  • Não é possível eliminar o vírus por meio do manejo da temperatura corporal, como banhos quentes ou exposição ao frio. Independentemente do ambiente, o corpo humano se mantém entre 36.5°C e 37°C.

 

Como é transmitido?

Segundo o Ministério da Saúde, as investigações sobre a transmissão do novo coronavírus ainda estão em andamento, mas sabe-se que existe a disseminação de pessoa para pessoa. A transmissão é menos intensa que o vírus da gripe, portanto, o risco de maior circulação mundial é menor. No entanto, é importante seguir recomendações de higiene e saúde para evitar o contágio.

 

Como é feito o tratamento?

Não existe tratamento específico para infecções causadas por coronavírus humano. No caso do novo coronavírus, é indicado repouso e consumo de bastante água, além de algumas medidas adotadas para aliviar os sintomas. A recomendação das autoridades de saúde é procurar assistência médica somente se tiverem febre, tosse ou dificuldades para respirar.

 

Quais são os sintomas?

Os sinais do novo coronavírus são principalmente respiratórios, semelhantes a um resfriado, mas também podem causar infecções como a pneumonia. Dentre os principais sintomas estão: febre; tosse e dificuldade para respirar.

 

Fonte: Ministério da Saúde

Faça já a sua
matrícula

Venha fazer parte da nossa família! Preencha o formulário com seus dados e demonstre seu interesse em matricular seu filho em uma das nossas unidades.

Acessar!

Fale conosco

Entre em contato com a Rede Maristas de Colégios e esclareça suas dúvidas, faça sugestões e nos conte sobre seus interesses.

Fale Conosco